Aluguel na Itália - Porque é tão difícil?

Atualizado: Jan 7

Uma das primeiras preocupações de quem decide viver na Itália, é o aluguel. Na minha opinião é realmente a etapa mais complicada da mudança para a Dolce Vitta.


Afinal, porque é tão difícil alugar um imóvel na Itália?


Eu tive uma cliente na assessoria financeira, que decidiu ir embora da Itália depois de 3 anos, por causa da dificuldade de alugar um imóvel.


Nesse caso, ela se mudou a trabalho com o marido e nesse primeiro momento, tiveram o apoio do empregador para alugar um imóvel o que facilita muito o processo.

Quando o contrato de trabalho terminou, eles decidiram continuar vivendo na Itália e ai começou o problema, sem um empregador local, é muito difícil conseguir aluguel.


Eles tinham renda, empresa aberta no Brasil, tinham cidadania italiana, conseguiram uma carta de recomendação da principal igreja da região e com tudo isso, desistiram e hoje, vivem felizes em outro país da Europa onde conseguiram sem muita burocracia alugar um apartamento muito bem localizado por um valor ok.


Esse infelizmente não é um caso isolado, todas as semanas recebemos e-mails de pessoas buscando soluções para alugar imóvel na Itália.


Se o cenário é difícil pra quem já tem cidadania Italiana, imagine para quem esta vindo morar na Itália para iniciar o processo de reconhecimento.

Alguns proprietários, aceitam negociar e pedem de 6 meses de aluguéis antecipados a 1 ano, como forma de garantia e também um valor para despesas de água, luz e gás.


Absurdo? Entenda porque isso acontece


A lei Italiana não é nada favorável para o proprietário, um processo de despejo custa aproximadamente 2.500,00 euros. Fica ainda pior quando o inquilino tem filho com menos de 18 anos, pois ele não pode ser despejado não importa quanto tempo fique sem pagar.


Agora se coloque no lugar de um proprietário, recebendo uma proposta de um estrangeiro que não tem nenhum patrimônio na Itália para oferecer como garantia, nenhum vínculo com o país, normalmente não fala bem italiano e não tem um contrato de trabalho?


A relação fica extremamente desequilibrada causando um enorme problema para ambos.

Além da lei não proteger o proprietário ela também prejudica quem quer alugar e não tem nenhum interesse em se aproveitar dessa lei para se manter no imóvel sem pagar.


É preconceito com imigrantes?


Não acho que se trata de preconceito pois muitos italianos sem trabalho formal, enfrentam a mesma dificuldade. A diferença é que eles por terem nascido aqui, terem amigos e família, normalmente acabam alugando de conhecidos.


Existem Italianos que não alugam imóvel para estrangeiro?


Sim existem, assim como existem proprietários em todos os países do mundo que não alugam para casais com filhos, com cachorro, com papagaio...

Ser imigrante dificulta sim alguns processos mas não por preconceito e sim, por dificuldade burocrática, de língua de comprovação de renda, etc.

Lembre-se que o proprietário trabalhou para comprar aquele imóvel e ele pode alugar para quem, quando e como ele quiser.

Não leve para o lado pessoal, não foque no preconceito, não pense que eles odeiem Brasileiros, isso tudo não deve fazer parte da bagagem de quem esta chegando para viver em um país novo seja na Itália ou qualquer outro.


Caso encontre com alguém assim pelo seu caminho, apenas desvie e siga em frente.


Para Brasileiros é mais difícil alugar imóvel na Itália?


O Brasil está entre os 3 primeiros países com maior número de descendentes de Italianos no mundo.


Como a lei para reconhecimento de cidadania italiana atualmente não tem limite de gerações, temos aproximadamente 15% de Brasileiros que podem pedir o seu reconhecimento.

Veja em nosso post quem tem direito a cidadania.


Infelizmente, nos últimos anos tiveram muitos casos de fraudes em residências na Itália, tanto do lado de assessores brasileiros, agindo contra as leis italianas, como funcionários públicos italianos e até padres envolvidos em falsificações de documentos.


Para que uma cidadania seja reconhecida na Itália é obrigatório que tenha um contrato de aluguel e sabendo dos problemas do processo, muitos proprietários se recusam a conceder contrato quando sabem que se trata de residência para reconhecimento de cidadania.

Isso não acontece apenas com Brasileiros mas com todos que querem alugar um imóvel para esse fim.

É exatamente igual para os Argentinos que também chegam em grandes quantidades na Itália em busca da cidadania.


Agora que você sabe porque é tão difícil, planeje-se para conquistar seu aluguel na Itália


Por experiência própria e de clientes que acompanhei nessa saga, não tem milagre, você precisará de paciência e tempo.


PASSO 1


A primeira coisa a fazer é saber onde quer morar e se preparar para viver nesse local em residências temporárias por um tempo, é mais caro mas não tem outro caminho.

Eu recomendo pensar em 6 meses de aluguel temporário para evitar problemas.

CUIDADO: No mundo inteiro tem crescido o aumento de fraude em aluguéis a distância, utilize empresas confiáveis e sempre confira a forma de pagamento utilizada pela empresa.

Nunca faça depósitos em contas de pessoa física por exemplo, se estiver negociando a distância, tente encontrar um intermediador que possa visitar o local para você mesmo que isso custe algo, não custará mais do que sofrer um golpe.


PASSO 2


Comece a busca enviando mensagens em italiano pelos aplicativos às imobiliárias. Se quiser tentar os proprietários tente, mas na minha opinião, não é a melhor forma de utilizar seu tempo pois 99% das vezes, eles não retornam.

Com as imobiliárias, existe uma taxa a ser paga de aproximadamente 1 mês de aluguel porém, eles conhecem a região e muitas vezes, conhecem proprietários que aceitam esse tipo de negociação. Isso pode te ajudar e todo trabalho, tem um custo, é justo certo?

Os aplicativos que eu utilizei e recomendo são:

Immobiliaria.it


Idealista.it


Observação: Não temos parcerias com esses aplicativos, a recomendação é apenas pela minha boa experiência utilizando e de alguns clientes.


Também recomendo ir em todas as imobiliárias próximas de onde quer morar, muitos imóveis na Itália não são negociados através dos aplicativos.

Apresente-se, explique a sua situação e trabalhe com os profissionais locais que confiar caso não tenha indicação.

Acompanhamos diversos casos de pessoas que decidiram economizar com profissionais experientes e depois tiveram um prejuízo muito maior por cometerem algum erro ou não conseguirem a solução. Infelizmente, tantos outros caíram em golpes e perderam dinheiro.

Reflita se vale a economia, caso sinta-se confortável com a lei, língua e conhecimentos necessários, ai sim recomendo economizar essa comissão da imobiliária e se for o caso, leia e estude MUITO a respeito.


PASSO 3


Prepare-se para pagar a “caparra” que são pelo menos 3 meses de alugueis antecipados podendo chegar a 6 meses. Dificilmente conseguirá algo diferente disso.


PASSO 4


Conheça os tipos de contratos disponíveis. Não aceite negociar sem contrato, lembre-se que você terá poucos recursos sendo recém chegado.


PASSO 5


Caso você tenha uma religião, apresente-se ao representante local, a Itália funciona muito através de comunidades e ter identificação com um grupo te ajudará muito.

Também recomendo entrar nos grupos do Facebook da cidade que estiver morando, muitas informações são trocadas.

É muito comum na Itália que os grupos da cidade tenha o nome

Sei di Verona” por exemplo, sempre mudando o nome da cidade.


Tenha todos os documentos em dia, converse com as pessoas, informe que esta buscando e tenha determinação. Entenda os problemas locais para não se frustrar pensando que é um problema com você e persista.


É uma das primeiras dificuldades que você encontrará mas se estiver certo do que quer, isso não será o que te impedirá de viver pela bela Itália.




  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

www.imigrei.com.br | São Paulo, Brasil | Veneza, Itália | Lisboa, Portugal

imigreibr@gmail.com