Praia de Nazaré - Famosa pelas suas ondas gigantes

Atualizado: Ago 7



Não estivemos durante a temporada das ondas gigantes, o que foi uma pena, mas um bom motivo para voltarmos. A cidade não perde sua beleza sem as majestosas ondas e é possível tomar um banho de mar em águas calmas e cristalinas.

Pesca A vila é conhecida como uma das mais antigas a ter a pesca como principal meio de subsistência. Andando pelas ruas estreitas e típicas, é possível ver os sinais desse tempo mas hoje a pesca sucumbiu ao turismo.

As senhoras usando as sete saias, como mandava a tradição, ainda estão por lá. Não há nenhuma comprovação do porquê do uso das sete saias, porém, dizem que as mulheres as usavam quando esperavam na praia os maridos retornarem da pesca. Como fazia muito frio, elas cobriam os ombros e braços com algumas delas, enquanto as demais cobriam as pernas.

Praias As faixas de areia das praias são extensas e há muito lugar para os visitantes relaxarem. A Praia do Norte é conhecida por todos pelas suas ondas gigantes, também procurada pelos surfistas fora da temporada do surf. Já a Praia de Nazaré possui águas mais calmas e é muito procurada por moradores da região e turistas na época balnear.

Sítio Acima da areia está a imponente formação rochosa, onde se localiza o Sítio de Nazaré. A vista panorâmica é impressionante e é possível avistar toda a cidade. Você pode caminhar até lá (haja pernas e fôlego), pegar o ascensor ou subir de carro. Já em cima, visitamos a Ermida da Memória, que foi onde Nossa Senhora de Nazaré realizou o milagre de impedir o cavalo do fidalgo D. Fuas Roupinho de se lançar ao precipício enquanto perseguia um veado.

Ainda no alto, há o Santuário de Nossa Senhora, miradouros e o Museu Dr. Joaquim Manso.

Não longe do sítio está o Forte de São Miguel Arcanjo, importante ponto de observação das ondas gigantescas e Centro Interpretativo do Canhão de Nazaré (nome dado ao fenômeno de formação das ondas gigantes). É possível conhecer melhor sobre os surfistas recordistas das ondas, ver de perto suas pranchas e como as grandes ondas são formadas.

Camila Ciberi

Blog Que Seja Portugal

Camila é brasileira, jornalista e mora em Portugal. Fundadora do Blog Que seja Portugal, ela compartilha dicas e experiências da vida fora do Brasil.



  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

www.imigrei.com.br | São Paulo, Brasil | Veneza, Itália | Lisboa, Portugal

imigreibr@gmail.com